Novo estudo aponta que a poluição química já ultrapassou o limite seguro



Uma equipa de cientistas avaliou o impacto no sistema terrestre da poluição química e chegou à conclusão de que já se ultrapassou o limite seguro planetário para a humanidade. Segundo os mesmos, a produção de produtos químicos já teve um aumento 50 vezes superior desde 1950, e prevê-se que até 2050 este número triplique. Em causa está a produção e libertação incessável de poluentes no meio ambiente, que para os especialistas, excede qualquer hipótese de avaliar os riscos a nível regional e global, mas também de os controlar.

O estudo Centro de Resiliência de Estocolmo, da Universidade de Estocolmo, revela que existem 350 mil diferentes produtos químicos a ser fabricados no mercado, entre eles plásticos, antibióticos, e pesticidas. Os limites identificados que mantém o Planeta Terra estável passam pela camada de ozono, biodiversidade, emissões de gases com efeito de estufa (GEE), acidificação dos oceanos, entre outros, mas no que refere ao limite para este tipo de poluição e de outras novas entidades, o grupo não conseguiu quantificar.

Os produtos químicos afetam a saúde do planeta de diversas maneiras, e a sua produção e dispersão por todo o mundo continuam a aumentar. De acordo com o Centro, atualmente, a quantidade total dos plásticos supera em dobro a quantidade de todos os mamíferos vivos – e 80% dos plásticos já produzidos estão espalhados pelo meio ambiente.

“Alguns destes poluentes podem ser encontrados globalmente, do Ártico à Antártida, e podem ser extremamente persistentes”, refere a autora Bethanie Carney Almroth, da Universidade de Gotemburgo. “Precisamos de implementar um limite fixo na produção e libertação de produtos químicos.”

Para a investigadora Sarah Cornell, a economia circular é também um conceito necessário de aplicar. “Mudar para uma economia circular é realmente importante. Isto significa mudar materiais e produtos para que possam ser reutilizados e não desperdiçados, desenvolver produtos químicos e produtos para reciclagem, e melhorar a triagem de produtos químicos para a sua segurança e sustentabilidade ao longo de todo o caminho de impacto no sistema da Terra”.



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.