Novo sistema de filtração de soro reduz desperdício

A Tetra Pak acabou de lançar o Tetra Alcross RO Lite, um novo sistema de filtração que ajudará as pequenas e médias empresas de lacticínios a converterem o soro de leite numa fonte adicional de rendimentos.

O soro lácteo é um subproduto comum na produção queijeira, mas é frequentemente considerado desperdício de produção, avisa o Protege o que é Bom. O Tetra Alcross RO Lit permite transformá-lo numa nova fonte de rendimentos, ao mesmo tempo que reduz a pegada ambiental.

Na verdade, o soro lácteo só tem valor comercial quando concentrado, mas a tecnologia de filtração necessária para o fazer é bastante customizada e demasiado dispendiosa para a maior parte das empresas de lacticínios de pequena e média dimensão. Para além de ser facilmente instalado, o novo sistema custa menos 30% que as alternativas customizadas.

O sistema utiliza um processo de filtração por osmose inversa contínua que remove o excesso de água do soro, triplicando o grau de concentração ao mesmo tempo que retém os sais, a lactose, os ácidos, as proteínas e a gorduras que se encontram dissolvidas nesta solução aquosa.

Este soro concentrado pode ser vendido às empresas agro-alimentares como ingrediente na fabricação de diversos produtos, constituindo uma nova fonte de receitas para as empresas lácteas de pequena e média dimensão, ao mesmo tempo que reduz significativamente ou mesmo elimina os custos desnecessários com a gestão e transporte de desperdícios.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...