O grande tubarão branco está a desaparecer na África do Sul

A presença do tubarão branco na África do Sul é comum, e desde 1991 que a espécie é protegida no país. Porém, ao longo dos anos a população tem vindo a diminuir na Baía Falsa e em Gansbaai.

Entre 2010 e 2016 eram avistados anualmente cerca de 205 tubarões nessas localidades, número que reduziu para 50 em 2018, e este ano, até agora, apenas um.

Os cientistas ainda estão a estudar o que pode estar a influenciar este decréscimo, mas consideram que as principais ameaças são a presença de Orcas, a pesca demersal de profundidade que afeta o seu alimento, e as alterações climáticas.

Gregg Oelofse, biólogo que gere a zona costeira da Cidade do Cabo, explicou ao The Guardian que esta é “a mudança ambiental mais dramática que viu em 20 anos”, e que o seu desaparecimento “seria uma grande perda para a Cidade do Cabo”.

Os tubarões fazem parte da identidade do país, e são essenciais para o turismo local. Muitas empresas levam visitantes a observá-los em passeios de barco ou em jaulas debaixo de água.

A Fundação Save Our Seas (SOSF), refere que os tubarões “são essenciais para a saúde e o bem-estar de nossos oceanos, ajudando a manter o equilíbrio do ecossistema marinho”, e “se os perdermos, isso pode ter consequências significativas, incluindo o colapso de determinadas pescarias e a perda de habitats marinhos essenciais.”

 

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...