No Dia Internacional da Reciclagem, e fazendo uso de informações veiculadas pela Sociedade Ponto Verde, importa esclarecer alguns conceitos relacionados com este tão importante tema.

O que significa afinal RECICLAGEM? Reciclar é o processo que tem como objectivo transformar materiais usados em novos produtos. Esta optimização de recursos, vai ao encontro da definição de Economia Circular, um conceito estratégico e tão actual, que assenta em princípios de redução, reutilização, recuperação e reciclagem de materiais e energia.

A reciclagem de embalagens traz consigo inúmeras vantagens ambientais e económicas. A partir do simples gesto de separar as embalagens por material e colocá-las no contentor com a cor certa, estamos a ter um papel activo na poupança ambiental uma vez que estamos a contribuir para a minimização da extracção de recursos, a economizar água e energia e gerar postos de trabalho inerentes a esta área de actividade.

Basta colocar as embalagens de plástico e de metal no ecoponto amarelo; as garrafas, boiões e frascos de vidro deverão ter como destino o ecoponto verde; já o ecoponto azul deve receber as embalagens de papel cartão, bem como jornais e revistas.

E como se sairá Portugal na importante tarefa de reciclagem de embalagens? Segundo dados disponibilizados pela Sociedade Ponto Verde:

– Em duas décadas, Portugal enviou para reciclagem 7,5 milhões de toneladas de resíduos de embalagens, o equivalente ao peso de 3 Pontes Vasco da Gama

– Existem mais de 43 mil ecopontos espalhados pelo território nacional, o triplo das caixas multibanco

– 71% dos portugueses fazem diariamente a separação das suas embalagens (ou seja, 7 em 10 lares já envia os seus resíduos para reciclagem

– 100% da população tem acesso à recolha selectiva

– Ao longo de 20 anos foram investidos pela SPV mais de 50 milhões de euros em acções de comunicação e sensibilização, 1M€ em projectos de responsabilidade social e mais de 2 M€ em investigação e desenvolvimento.

Foto: SPV