Os 12 equipamentos eléctricos que estão a levar a sua conta da luz para os três dígitos

Se acompanha diariamente o Green Savers, então já sabe que gostamos de números, listas e contagens – e, claro, de poupança financeira e energética. Este artigo não foge à regra, mas desta vez vamos um pouco mais longe.

O Green Savers elaborou uma lista dos 12 equipamentos eléctricos que estão a levar as nossas contas da luz para números nunca antes vistos. Quem sabe, para os três dígitos.

Comece já a fazer as contas e descubra onde pode poupar. Se o nosso leitor residir no Brasil, Angola ou noutro País, esta lista não deixa de fazer sentido. Os electrodomésticos e gadgets são os mesmos em todo o lado, assim como o seu consumo energético. Se quer poupar, então tome nota dos equipamentos eléctricos que deve utilizar menos vezes.

1. TVs plasmas

Os plasmas ainda estão em muitos lares, mas a má notícia é que um 27’’ consome entre 110 a 120 watts. E se um típico LCD de 42’’ consome 200 watts, quando falamos de um plasma este valor sobe para os 324 watts.

2. Molduras digitais

Este pedaço de tecnologia está a ficar cada vez mais barato, o que aumenta, como é lógico, as suas vendas. Para se ter uma ideia do que consome este gadget, fique com um dado: segundo o Instituto de Pesquisa de Electricidade dos Estados Unidos, se cada lar norte-americano tivesse uma destas molduras ligada, seriam precisas cinco centrais nucleares só para alimentar este processo energético.

3. Consolas de videojogos

As Playstation, Xbox ou Wii são um clássico do consumo energético. Novamente nos socorremos de um dado do Instituto de Pesquisa de Electricidade do Estados Unidos para provarmos o poder energético destes centros de entretenimento: colectivamente, todas as consolas existentes nos Estados Unidos consomem a mesma energia que a cidade de San Diego, com 1,3 milhões de habitantes.

4. Set-top-boxes

Se tem Zon ou Meo, a set-top box é a caixa que utiliza para mudar o canal ou descodificar os canais Premium. Uma autêntica devoradora de energia.

5. Carregadores de bateria

Os carregadores de baterias – telemóveis, PDA, iPod ou outros leitores de mp3 – são pequenos consumidores de energia, mas com tantos gadgets em casa e esquecimentos do equipamento na respectiva ficha, o consumo acumula-se perigosamente.

6. Aparelhos ligados

Seja qual for o aparelho – televisão, impressora, monitores de computador, rádios -, se ele estiver ligado 24 horas por dia, então a conta da electricidade sairá sempre cara.

7. Adaptadores de energia

Os adaptadores de energia, por exemplo para os portáteis, estão cada vez mais eficientes. Mas se hoje a percentagem de eficiência se situa nos 80% (tendo em conta a eficiência em converter electricidade em energia), há cerca de cinco anos ela não passava dos 60, 65%.

8. Aquários

O aquário insere-se na lista de equipamentos que estão sempre ligados, pelo que o consumo de energia é alto… demasiado alto.

9. Desumidificadores

O desumidificador é outro glutão de energia. Para termos uma ideia, ele chega a gastar o dobro da energia anual consumida por uma televisão de 27’’.

10. Máquinas de café

As máquinas de café também consomem muita energia, funcionando, normalmente, com 900 a 1200 watts.

11. Purificadores de ar

Um purificador de ar gasta por ano, em média, mais 60% de energia que um frigorífico novo. Esclarecido?

12. Lâmpadas incandescentes

Sim, as lâmpadas incadescentes continuam a ser das que mais contribuem para a nossa factura energética. Não é um lugar comum da sustentabilidade, é  uma verdade para ser levada bem a sério.

Artigos recomendados