Os microplásticos já chegaram ao pico do Everest

As amostras revelaram quantidades substanciais de fibras de poliéster, acrílico, nylon e polipropileno – materiais muito utilizados em vestuário usado pelos alpinistas, além de estarem presentes em tendas e cordas de escalada.

De acordo com os investigadores, os microplásticos, encontrados em amostras de neve recolhidas a 8.440 metros acima do nível do mar, podem ser fragmentos de artigos usados durante as expedições para alcançar o topo do Everest. No entanto, eles não descartam que estes materiais tenham sido transportados de altitudes mais baixas pelos ventos fortes da região.

O estudo foi publicado na revista científica One Earth e liderado por cientistas do Reino Unido, Estados Unidos e Nepal.  “Os microplásticos são gerados por uma série de fontes e muitos aspetos da nossa vida diária podem levar à entrada de microplásticos no ambiente. Nos últimos anos, temos encontrado microplásticos em amostras recolhidas em todo o planeta – desde o Ártico até aos nossos rios e mares profundos”, afirmou Imogen Napper, autora principal do estudo.

Os investigadores esperam que este estudo ajude a esclarecer até que ponto a poluição do plástico prejudica todos os ecossistemas, e não apenas o oceano.

 

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...