Para fabricar papel reciclado é necessária menos energia do que a utilizada para fabricar a mesma quantidade de papel novo, dado que a fase mais gastadora é a produção de pasta de papel.

As emissões de compostos poluentes, como o dióxido de enxofre, são mais baixas quando se produz papel reciclado. Há também uma importante poupança de água no processo, daí a relevância de optar pelo papel reciclado.

Cada vez mais o papel reciclado é uma constante nos nossos dias, estando já presente em caixas de cartão, papel higiénico e de cozinha, livros e tantos outros objectos. A título de exemplo, os jornais que lemos todos os dias têm já cerca de 70% de fibras recicladas.

É assim de vital importância uma boa gestão deste material, por exemplo, reduzindo a quantidade de embalagens que compra e reutilizando ao máximo o papel.

O Minuto Verde é uma rubrica produzida pela Quercus e emitida aos dias úteis na RTP.