Papelarias Emílio Braga lançam nova gama de cadernos produzidos através de cana-de-açúcar

As Papelarias Emílio Braga, marca portuguesa com mais de 100 anos, acabam de lançar uma nova gama de cadernos Bio, produzidos 100% com papel de bagaço de cana-de-açúcar, com fibra de cana-de-açúcar e totalmente isentos de branqueadores. 

O papel é produzido com recurso aos mais altos padrões de qualidade e certificado como produto agrícola, não florestal e biodegradável. À semelhança dos restantes produtos destas papelarias, os cadernos Bio são produzidos de forma artesanal e sem recurso a equipamentos industriais. Todos os cadernos são feitos à mão, costurados e colados, utilizando técnicas centenárias.

“É o caderno ideal para todas aqueles que assumem o compromisso para com o meio ambiente e preferem a utilização de produtos sustentáveis”, afirma a marca.

 O caderno é vendido em pack de três unidades, e tem o custo de 10 euros. 

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...