Papiro poupou o equivalente a 22 mil árvores com reciclagem



A Papiro Recicla, dedicada à destruição segura e confidencial de documentação, enviou para mais de 1.215 toneladas de papel para reciclagem – o equivalente a 22.113 árvores.

O aumento de 62%, em comparação a 2020, deve-se a um aumento da procura do serviço, nomeadamente nos setores da banca e organismos públicos. A Papiro tem mais de 650 pontos de recolha em organizações por todo o país.

“As organizações estão cada vez mais conscientes de que podem contribuir para um planeta mais sustentável e que é importante que a destruição da sua informação siga todos os parâmetros legais, garantindo a confidencialidade e irrecuperabilidade da mesma”, sublinha Luís Bravo, CEO da Papiro.

Através da reciclagem, a marca da empresa portuguesa conseguiu ainda poupar cerca de 12.028.500 kilowatts de energia, 120.285.000 litros de água e 3.119,75 toneladas de dióxido de carbono.



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.