Pegada gigante de dinossauro descoberta na Mongólia

No deserto Gobi, na Mongólia, uma das maiores pegadas alguma vez encontradas à face da Terra, não levantou dúvidas à equipa de cientistas que a analisou. Trata-se da marca de um dinossauro. De contornos bem definidos, a pegada encontra-se espantosamente bem preservada.

Aqui houve dinossauro! Esta a primeira mensagem que o recente achado transmite a quem cruza o seu caminho, no deserto Gobi, Mongólia. Milhões de anos depois, esta “impressão digital” de 106 centímetros por 77 manteve-se intacta, para memória futura.

Não é a primeira vez que o deserto Gobi revela ao mundo marcas da passagem de dinossauros pelo seu terreno. Na verdade ainda no mês passado foi encontrado por uma equipa de investigadores um fóssil gigante com aproximadamente 70 a 90 milhões de anos, segundo as contas dos cientistas.

A pegada agora descoberta pertence a um dinossauro de pescoço comprido que pode medir mais de 30 metros de comprimento e 20 metros de altura, de acordo com os cientistas da Universidade de Ciências de Okayama (Japão) e da Academia de Ciências da Mongólia, que conduzem esta investigação.

Foto: Okayama University of Science

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php