Pesca provisória de imperadores interdita a partir de hoje

A pesca, manutenção a bordo, transbordo, desembarque e venda de imperadores está interdita a partir de quinta-feira, após ter sido esgotada a quota de pesca provisória, indicou a Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM).

“Considerando os dados das capturas efetuadas pela frota portuguesa de imperadores nas águas da União e águas internacionais das subzonas 3,4,5,6,7,8,9,10,12 e 14 do CIEM [Conselho Internacional para a Exploração do Mar], verifica-se que a quota de pesca provisória atribuída às embarcações registadas em portos do continente até 31 de julho […] encontra-se esgotada”, lê-se numa nota divulgada pela DGRM.

Neste sentido, a pesca, manutenção a bordo, transbordo, desembarque, colocação à venda ou venda do conjunto desta espécie está interdita a partir das 00:00 de quinta-feira, “até que seja reforçada a quota disponível”.

A DGRM é um serviço central da administração direta do Estado, com autonomia administrativa, que tem por objetivo o desenvolvimento da segurança e serviços marítimos, a execução das políticas de pesca e a preservação dos recursos.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...