População de tigres selvagens quase triplicou no Nepal



No Dia Mundial do Tigre, o Nepal torna-se o primeiro país a duplicar a sua população de tigres selvagens. A Pesquisa Nacional de Tigres e Presas de 2022 do Nepal revela que, de 2009 para 2022, deu-se um aumento superior a 190%, quase o triplo de indivíduos na natureza. De 121 indivíduos, a população aumentou para 355. O Parque Nacional de Chitwan e o Parque Nacional de Bardia são os locais onde habitam o maior número de tigres, 128 e 125, respetivamente.

Os resultados da quarta pesquisa foram divulgados hoje pelo primeiro-ministro do Nepal, Sher Bahadur Deuba, numa cerimónia em Katmandu, a capital do país. Os relatórios anteriores tinham sido publicados em 2009, 2013 e 2018, tendo o número vindo a aumentar desde aí – 121 tigres no primeiro, 198 no segundo e 235 no terceiro. A investigação abrangeu 18.928 quilômetros quadrados, o que se traduziu em mais de 16 mil dias em trabalho de campo por parte dos especialistas. A WWF-Nepal, a National Trust for Nature Conservation e a ZSL Nepal foram organizações que cooperaram neste estudo, liderada pelo Departamento de Parques Nacionais e Conservação de Vida Selvagem do Nepal.

O duplicar da população de tigres do Nepal é uma conquista extraordinária e é o resultado de um esforço de conservação sustentado ao longo de muitos anos. O Nepal demonstrou os mais altos padrões de conservação ao alcançar este marco histórico. Há claramente muito a aprender com a recuperação da população de tigres do Nepal”, afirma Stuart Chapman, que lidera a Iniciativa Tigers Alive da WWF.

O documento reforça a importância de proteger e conservar os habitats dos tigres, de celebrar parcerias com as comunidades locais, e a necessidade de expandir as áreas protegidas já existentes, nomeadamente, através de criação de corredores ecológicos.

Esta recuperação traz esperança sobre o futuro da espécie no país e serve de exemplo para outros países. A meta de duplicar a população dos tigres tinha sido definida em novembro de 2010 na Rússia, na Cúpula Global do Tigre, que reuniu os líderes do Nepal, China, Rússia, Índia, Tailândia, Malásia, Indonésia, Vietname, Butão, Mianmar, Bangladesh e Laos.



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.