Proteção solar inteligente pode reduzir o consumo de energia dos edifícios até 60%



As soluções inteligentes de proteção solar são a chave para melhorar a eficiência energética dos edifícios, o ano inteiro, indica a mais recente análise da ES-SO, organização europeia que agrupa o setor da proteção solar, com a consultora especializada Guidehouse.

A utilização destas soluções inteligentes pode reduzir o consumo energético dos edifícios na Europa em até 60% até 2050, o que corresponde a uma poupança, em termos de emissões, de mais de 100 milhões de toneladas de emissões de dióxido de carbono (CO2), e em termos económicos, de 285 mil milhões de euros.

Os imóveis são atualmente os maiores consumidores de energia da Europa, gastando 40% da eletricidade e gerando 36% das emissões de gases com efeito de estufa”, explica Andrea Ragione , Diretora-Geral da Somfy Iberia, que integra a ES-SO. “A proteção solar inteligente é fundamental para melhorar a eficiência dos edifícios, pois permite reduzir o uso de ares-condicionados no verão e aproveitar melhor a luz no inverno”.

De acordo com o estudo, 28% dos edifícios precisa de utilizar ar-condicionado, um número que se prevê aumentar para 45% em 2050 devido às alterações climáticas. Ter a proteção solar inteligente como primeira opção pode manter essa percentagem abaixo dos 30% no mesmo período de tempo, bem como reduzir o consumo de energia em 62%. Isto resultaria numa poupança de 870 terawatts-hora de eletricidade em toda a Europa, o que equivale ao consumo de energia dos 47 milhões de habitantes em Espanha, por exmeplo.

Atualmente, menos de 50% dos edifícios europeus têm sistemas de proteção solar e a maior parte não é automatizada. A proteção solar e a otimização das fachadas permitem melhorar a eficiência dos edifícios e ter espaços mais sustentáveis, adaptados às necessidades do planeta. Soluções de proteção solar exteriores, como toldos, pérgulas e varandas motorizadas inteligentes, permitem automatizar os dispositivos de acordo com a época do ano e detetar situações de vento ou de chuva, fazendo com que se recolham, evitando possíveis danos. No espaço exterior, as persianas, portadas, venezianas ou estores também desempenham um papel fundamental, protegendo do sol no verão e mantendo o calor no interior durante o inverno, isolando o espaço e reduzindo a necessidade de aquecimento.



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.