Reino Unido: projecto 10:10 quer adiantar relógio uma hora

O movimento 10:10 – que pretende cortar em 10% as emissões de carbono por ano, a começar em 2010, e que celebrará o seu dia a 10 de Outubro próximo, um domingo – lançou no Reino Unido um outro projecto que prevê alterar o fuso horário, adiantando o relógio uma hora.

Esse projecto, denominado 10:10 Lighter Later, pretende mudar a hora do fuso horário britânico para GMT (Greenwich Mean Time, Tempo Médio de Greenwich) +1, no Inverno, e GMT+2, no Verão. Actualmente, o Reino Unido – aliás, como Portugal – utiliza o GMT+0, no Inverno, e GMT+1, no Verão.

Em termos práticos, esta mudança levaria a que os britânicos tivessem mais uma hora de sol ao final da tarde. Segundo o movimento 10:10, esta pequena mudança poderia levar a que o Reino Unido poupasse 500 mil toneladas de CO2 por ano, o equivalente a tirar 185 mil carros da estrada para sempre.

“Quem não quer que o nosso país seja mais seguro, iluminado, próspero e com menos poluição? E quem não quer poupar dinheiro na sua conta de electricidade sem mexer um dedo?”, explicou em Maio Franny Armstrong, fundadora do 10:10, ao The Guardian.

Segundo o movimento, se esta mudança for efectivada as manhãs de Verão dos britânicos não serão muito diferentes, mas os finais de tarde trariam uma hora extra de sol. No Inverno, as manhãs seriam mais escuras, é um facto, mas os finais de tarde também.

“Pesquisámos várias medidas políticas que o Governo poderia activar para reduzir de forma rápida as emissões de CO2. [Aumentar uma hora de sol por dia] está no topo desta lista porque permite poupar significativamente a energia e tem vários outros benefícios”, explicou Daniel Vockins, director de campanha do 10:10.

Confira os benefícios apontados pelo 10:10 para adiantar uma hora o relógio.

Esta ideia, diga-se de passagem, não é nova. Entre 1968 e 1971 o Reino Unido já tentou este fuso horário. O resultado foi uma redução de 3% de mortes na estrada (8,6% na Escócia), mas também um aumento destas nas escuras manhãs escocesas.

Paralelamente, também os agricultores são contra mais uma hora de escuridão nas manhãs. A última tentativa de avançar uma hora no dia data de 2006, mas a Energy Saving (Daylight) Bill não passou no Parlamento britânico.

“A razão principal pela qual [esta proposta de lei não passou] no passado deve-se ao facto de não ter um movimento popular a apoiá-la. É isso que estamos a fazer com o 10:10. Estamos, pela primeira vez, a puxar todos juntos pelos diferentes argumentos em prol da luz do dia – da segurança nas estradas, da poupança de energia e do aumento da qualidade de vida dos mais velhos”, explicou Vockins.

Pode ser que o 10:10 ajude a mudar esta percepção.

Lighter Later: Campaign Update 2 from 10:10 on Vimeo.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...