‘Sapozilla’: Encontrado na Austrália sapo gigante que se pensa ser o maior da sua espécie



Dois guardas do Parque Nacional de Conway, na região de Queensland, na Austrália, percorriam a área florestada de carro, quando um movimento serpenteante por entre a vegetação levou-os a parar o carro onde seguiam e a embrenhar-se pelo mato.

No entanto, em vez de encontrarem a cobra que avistaram, depararam-se com algo muito mais interessante e inédito: um sapo gigantesco, pertencente à espécie Rhinella marina, invasora que foi introduzida na Austrália em 1935 para predar os besouros-da-cana (Dermolepida albohirtum), que estavam a arruinar as plantações de cana-de-açúcar no país. Contudo, e tal como aconteceu com quase todas as introduções de espécies exóticas, a população desses sapos proliferou descontroladamente, colocando mesmo em risco a sobrevivência das espécies nativas, sobretudo porque competem pelo alimento e por espaços de refúgio e as fêmeas podem colocar até 30 mil ovos por época.

Como é venenoso, os especialistas dizem que já causou a extinção local de alguns dos seus predadores.

Os guardas recolheram o animal e levaram-no para a sua base, onde o pesaram e perceberam estar na presença de o que chamaram de “Sapozilla”, uma referência à iguana gigante destruidora de cidades, o Godzilla. Com 2,7 quilogramas e 25,5 centímetros de comprimento, considera-se que este é o maior sapo da espécie R. marina alguma vez encontrado.

Considerado uma ameaça ecológica de acordo com a lei australiana, o animal foi eutanasiado, “de forma humana”, diz a autoridade responsável pela gestão dos parques em Queensland, e deverá ser colocado em exibição no Museu de Queensland.

O sapo foi encontrado a uma altitude de 393 metros, que os guardas dizem ser pouco habitual para essa espécie, e não sabem ao certo a sua idade, embora estimem que deva ser um adulto maduro devido ao tamanho. Os indivíduos dessa espécie podem viver até aos 15 anos no meio natural.

Quanto ao sexo, creem tratar-se de uma fêmea, pois costumam ser bastante maiores do que os machos.



Notícias relacionadas

loading...

Comentários estão fechados.