Só este ano já foram resgatados mais de 3.084 pinguins em praias brasileiras

O Projeto de Monitoramento de Praias (PMP) foi criado pela Petrobras em 2009, a fim de atender “ condicionantes ambientais de atividades de exploração e produção marítima de petróleo e gás” na costa brasileira entre o Ceará e Santa Catarina. O PMP tem parceria com mais de 42 instituições.

O número de pinguins resgatados nos primeiros seis meses de 2020, foi o maior registado nos últimos anos. Foram salvos mais de 3.084 pinguins da espécie pinguim-de-magalhães (Spheniscus magellanicus). A maioria foi encontrada em Santa Catarina (1.342) e em São Paulo (1.267).

Segundo os especialistas o número ainda vai aumentar, dado que durante os meses de julho a setembro é quando existem maiores ocorrências, embora este ano se tenham antecipado. Estes animais migram para o Brasil no inverno para fugir das águas frias.

Ainda não se sabe a origem deste aumento, porém, algumas causas recorrentes do seu aparecimento são o cansaço, quando se perdem do grupo (os juvenis), e a poluição marítima, que os leva a ingerir ou a ficar presos em resíduos. Quando os animais são encontrados são tratados em centros veterinários, de forma a serem posteriormente libertados no mar com um chip.

Em parceria com Agência Brasil.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...