Trotinetes Bird passam a ter parqueamente obrigatório em Lisboa

A Bird, empresa de mobilidade partilhada de veículos elétricos, deu um passo importante no respeito pelo espaço público e pela segurança de todos: a partir de agora as trotinetes presentes em Lisboa têm um um sistema de parqueamento que torna obrigatório o seu estacionamento em locais pré-definidos. O modelo permite, através de um sistema de GPS, saber em tempo real onde está cada trotinete e caso o utilizador tente terminar a viagem fora dos locais de estacionamento, não o conseguirá fazer através da aplicação e continuará a pagar até estacionar num local designado para o efeito.

Os utilizadores da Bird na zona das Avenidas Novas são os primeiros a ter acesso a este sistema, mas o objetivo é depois alargá-lo a outros pontos da Capital onde as trotinetes são mais utilizadas e onde se tem verificado um estacionamento mais desordenado. Os locais de parqueamento obrigatório são previamente definidos, num processo promovido pela Câmara Municipal, sendo que a Bird também já implementou, com sucesso, este modelo na cidade do Porto.

“Este sistema permite colocar um ponto final nos estacionamentos desordenados e contamos com a colaboração e compreensão dos nossos clientes para alcançar esse propósito. A locomoção através de trotinetes está a ganhar cada vez mais adeptos, sendo algo que consideramos como muito positivo e totalmente expectável, já que se trata de um meio de transporte económico, de fácil utilização, seguro e amigo do ambiente, mas é também necessário que a sua utilização seja responsável e ordenada. Queremos sempre proporcionar o melhor serviço aos nossos clientes e, a par deste sistema de parqueamento, lançámos também muito recentemente a Bird Três, o novo modelo de trotinetes do grupo que oferece novas funcionalidades de segurança e maior durabilidade e sustentabilidade. A Bird Três já é utilizada em várias cidades de todo o mundo e também já circula nas ruas de Lisboa”, explica Toni Riera, Diretor Geral da Bird de Portugal e Espanha.

A nova Bird Três foi desenvolvida por uma equipa interna do grupo, composta por engenheiros e especialistas em design de veículos, para proporcionar uma experiência de condução mais segura, confortável e sustentável. Está equipada com uma bateria com capacidade de até 1 kWh, o que significa que exige recargas menos frequentes e pode percorrer mais quilómetros com uma bateria totalmente carregada. Isto traduz-se num sistema ambientalmente mais sustentável que permite a redução de emissões de carbono, ao longo do ciclo de vida da trotinete.

Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.