Um centro cultural que homenageia os mercados tradicionais franceses (com FOTOS)

O edifício que une a cidade

Como é que Auneau, uma cidadezinha de 4.000 habitantes no norte de França, vai parar aos principais sites de arquitectura mundiais? Através do seu novo centro cultural, erigido numa colina do centro da cidade e que recria os tradicionais mercados fechados gauleses.

Desenhado pela Architecture Patrick Mauger, o centro cultural recria o mercado de Auneaun, situado próximo, e abre para uma praça pública inspirada pela arquitectura tradicional. O complexo alberga uma livraria comunitária, salas de reuniões, um lar de terceira idade e salas para aulas de dança e ginástica.

O centro é revestido por uma camada de cimento de alto desempenho, com cortinas de vidro. Juntas, estas características mantêm a utilização energética baixa enquanto, de forma eficiente, tornam o clima interior agradável.

Para reduzir os gastos energéticos foram instalados painéis solares em todo o telhado – o edifício é mantido quente através de uma bomba.

Lá dentro, uma grande fachada de vidro enche o interior de luz. O primeiro andar tem um grande lobby e sala de encontros, assim como o lar de terceira idade e outro para jovens socializar e aprender.

O segundo andar tem um enorme pé alto e uma impressionante livraria multimédia, completa com áreas de estudo, mobília confortável e secretárias de computadores. A fachada de vidro segue os ângulos do telhado e cria uma vista ininterrupta da cidade, lá em baixo.

Por outro lado, um beiral que paira e se estende do telhado bloca a entrada directa de raios de sol no interior, criando, paralelamente, uma abrigo em toda a praça pública de fora. É neste andar que se situam, ainda, os escritórios e salas de reunião.

Segundo o Inhabitat, o último andar do centro cultural é utilizado para as aulas de ginástica e dança, sendo disponibilizado aos grupos locais.

Deixar uma resposta

Patrocinadores