Unidade da Kerakoll em Rio Maior foi projetada para respeitar o meio ambiente



A primeira unidade produtiva da Kerakoll, empresa internacional no setor da construção sustentável, está instalada no Parque de Negócios de Rio Maior, no distrito de Santarém.

O projeto de arquitetura é da autoria do gabinete ad quadratum arquitectos e segue padrões de sustentabilidade e de poupança energética, respeitando o meio ambiente. Com um investimento de 11 milhões de euros e uma superfície total de 19.000 m2, a nova fábrica é composta por uma unidade com funções de fabrico, armazenagem, áreas administrativas e sociais, áreas técnicas e logísticas, tendo como denominador comum em todas as áreas de intervenção o foco na sustentabilidade ambiental.

Exemplo disso é a instalação de 900 m2 de sistemas para isolamento térmico, de 443 painéis fotovoltaicos, que garantem a produção anual de 55% da energia elétrica da fábrica e de 70% da água quente necessária, e o uso extensivo de plantas em jardins e fachadas como medidas passivas e sustentáveis de controlo térmico e solar. Além disso, o parque de estacionamento está também adaptado para o carregamento de veículos elétricos.

Como refere o arquiteto José António Lopes, CEO do gabinete o gabinete ad quadratum arquitectos, “A fábrica situa-se próxima da costa atlântica, numa posição estratégica para o aprovisionamento de matérias-primas como areias, carbonato de cálcio e cimentos, permitindo reduzir o tráfego rodoviário, em linha com a vocação sustentável da empresa”.

De destacar que o projeto está entre os finalistas do Prémio Nacional do Imobiliário, e está também nomeado para o Prémio de Excelência em Eficiência & Sustentabilidade.



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.