100 hipopótamos encontrados mortos na Namíbia. Antraz é a causa provável de morte

Cerca de 100 carcaças de hipopótamos foram encontradas nas margens de um rio no Parque Nacional Bwabwata, na Namíbia. A causa de morte ainda não foi confirmada, mas as autoridades suspeitam que uma epidemia de antraz, ou carbúnculo- doença infecciosa aguda provocada pela bactéria Bacillus anthracis- pode ter estado na origem na mortandade destes animais.

A situação está a preocupar as autoridades locais, uma vez que há o risco que a doença se espalhe a outros rebanhos. A poucos quilómetros do local onde as carcaças de hipopótamos jaziam, foram igualmente encontrados 20 búfalos mortos. 

“Nossos serviços veterinários estão no local para determinar a causa das mortes. Uma vez que tenhamos os resultados, poderemos tomar as medidas adequadas”, declarou Pohama Shifeta, ministro do Meio Ambiente, à AFP.

As autoridades veterinárias já lançaram apelos à população para que, pelo menos até ao resultado dos testes laboratoriais, não consumam a carne destes animais.

A bactéria Bacillus anthracis, vulgarmente conhecida como antraz, ficou conhecida do público quando em 2011 várias cartas contendo a bactéria foram enviadas por correio nos Estados Unidos, apenas alguns dias depois dos atentados de 11 de Setembro.

Foto: Kique Ruiz / fllickr

Patrocinadores

css.php