ADPM lança projeto de sistemas agroflorestais na Ilha de Santo Antão



O projeto “Sistemas Agroflorestais – Alternativa Inteligente para combater as alterações climáticas na ilha de Santo Antão”, promovido pela A Associação de Defesa do Património de Mértola (ADPM), foi lançado oficialmente este mês. Este tem como principal objetivo impulsionar, em simultâneo, a produtividade agrícola e a resiliência às alterações climáticas, através da implementação de sistemas de produção alimentar inteligente.

O projeto iniciou em março na ilha de Santo Antão, em Cabo Verde, em três campos experimentais – Casa do Meio, Planalto Norte e Planalto Sul. Através dos sistemas agroflorestais, ão aplicados os princípios da agroecologia, que permitem regenerar áreas degradadas recorrendo a espécies com diferentes funções, incluindo alimentação humana e animal, promovendo o aumento da retenção de água, da captação de carbono, da incorporação de matéria orgânica no solo, da evapotranspiração e da humidade atmosférica, da resiliência das culturas, da luta natural contra pragas e redução da dependência externa.

Em linha com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) número 2 “Erradicar a fome”, número 10 “Reduzir as desigualdades” e número 13 “Ação Climática”, o projeto visa participar no esforço regional da África Ocidental para implementar o Acordo de Paris. Enquadra-se no projeto GCCA + West Africa (GCCA + AO) financiado pela União Europeia no âmbito do programa Intra ACP da iniciativa “Global Alliance against Climate Change Plus” (GCCA +), implementado pela Expertise France, sob a liderança política e institucional da CEDEAO, e com a parceria técnica do CILSS.

Este resulta de uma parceria entre a ADPM, a Cooperativa de Usuários do Freixo do Meio (Portugal), a Associação de Jovens Agricultores da Zona PeriUrbana de Porto Novo, a Associação de Mulheres do Planalto Leste (AMUPAL), a Associação ALVEN do Norte, a Câmara Municipal de Porto Novo e a Delegação do Ministério de Agricultura de Porto Novo.

 



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.