Os 8 animais mais assustadores do mundo



O mundo está cheio de criaturas que habitam nos seus recônditos e, como tal, são poucas vezes observadas. Apesar do seu aspeto ameaçador e bizarro, capaz de causar os piores pesadelos, a maior parte destes animais é inofensivo para o ser o humano. Conheça aqui oito dos animais mais assustadores do mundo.

1. Rato-toupeira (Heterocephalus glaber

Apesar dos proeminentes dentes, estes animais são vegetarianos e habitam em túneis do subsolo, vindo poucas vezes à superfície. Este rato é cego e utiliza os poucos pelos que tem na pele como sensores.

Rato-toupeira. Foto: PBS

2. Gavial (Gavialis gangeticus)

Trata-se de um crocodilo de aspecto bizarro graças ao focinho comprido. É uma espécie extremamente ameaçada, com uma população estimada em apenas 235 indivíduos.

Gavial. Foto: Cadavra, pixabay

3. Morcego de nariz-de-tubo (Nyctimene cephalotes)

Se as gárgulas fossem reais este animal seria o seu parente mais próximo. É uma espécie endémica da Indónesia, que pode ser encontrada em localidades como Sulawesi, Seram e Tanimbar, e que se alimenta exclusivamente de frutos.

Morcego de nariz-de-tubo. Foto: Susan Tsang (CC BY-NC), Biodiversity4All

4. Veado-almiscareiro (Moschus moschiferus)

Esta espécie de veado podia perfeitamente ser parente dos vampiros. É mais primitiva e habita principalmente nas regiões montanhosas da Ásia. Os seus dentes vampíricos são utilizados para impressionar as fêmeas, e quanto mais velhos, maiores são.

Veado-almiscareiro. Foto: Николай Усик / http://paradoxusik.livejournal.com/ – Own work, CC BY-SA 3.0

5. Aie-Aie (Daubentonia madagascariensis)

Pode parecer um morcego, mas na verdade é um primata endémico de Madagáscar. É noturno e arborícola, possuindo um dedo mais comprido que usa para caçar larvar nos buracos das árvores.

Aie-Aie. Foto: nomis-simon – https://www.flickr.com/photos/nomissimon/15819070729/, CC BY 2.0

6. Lampreia (Petromyzontidae)

Uma especialidade gastronómica bastante apreciada em Portugal, mas de aspeto duvidoso. A lampreia é um peixe de água doce com uma boca em forma de ventosa circular com o diâmetro do corpo.

Lampreia. Foto: bitt24 / Shutterstock
Boca da lampreia. Foto: I, Drow male, CC BY-SA 3.0

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

7. Peixe-olhos-de-barril (Macropinna microstoma)

Este peixe de água salgada habita normalmente nas profundezas das águas quentes tropicais. Estes peixes possuem um fluido na cabeça que a torna transparente e permite ver o seu interior.

Peixe olhos-de-barril. Foto: MBARI

8. Tubarão-duende (Mitsukurina owstoni)

Esta espécie habita as profundezas oceânicas pelo que raramente é avistado. Habita as águas do Pacífico, Índico e Atlântico e já foi encontrado a 1.200 metros de profundidade. Desde que foi descoberto, em 1898, apenas foram encontrados outros 36 espécimes. Pensa-se que esta seja uma das espécies mais antigas de tubarão.

Tubarão-duende. Foto: Dianne Bray / Museum Victoria – http://www.fishesofaustralia.net.au/home/species/3254, CC BY 3.0


Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.