As teias permitem às aranhas ampliar os sons à sua volta



As teias de aranha são uma das criações da natureza que nos deixam muitas vezes fascinados. Já alguma vez se perguntou do porquê das aranhas as tecerem? Um novo estudo da Universidade de Binghamton revela que as teias permitem às aranhas da espécie Larinioides sclopetarius (família Araneidae) ampliar e ouvir melhor os sons à sua volta, dando-lhes um aviso prévio do aparecimento de predadores ou de presas.

No artigo, agora publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences, os autores explicam que as aranhas sentem as vibrações das teias com as garras que têm nas pontas das pernas. As aranhas respondem ao som virando-se, agachando-se ou encolhendo-se – e o som pode estar em níveis tão baixos quanto 68 decibéis.

As teias são muito finas e sensíveis ao som, dando-lhes uma área de superfície sensível ao som até 10.000 vezes maior do que a própria aranha. Com o seu comportamento de reação, as aranhas também podem estar a alterar a tensão dos fios de seda, ajustando-os para conseguirem captar diferentes frequências.

Os investigadores sugerem que, no futuro, importa compreender que utilização as mesmas fazem do som que detetam, e se outras espécies de aranhas também utilizam as teias para a mesma função.



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.