46 albufeiras com reservas de água acima dos 80%

A intensa chuva que se sentiu por todo o território nacional durante o mês de Abril veio mudar o panorama sentido nas barragens portuguesas. Das 60 albufeiras portuguesas monitorizadas em Portugal, 46 ficaram em Abril com reservas superiores a 80% da sua capacidade total, um aumento muito superior aos valores registados em Março (32).

Os dados divulgados hoje pelo Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos (SNIRH) mostram que, em comparação com Março, houve uma significativa subida do volume total armazenado em todas as bacias hidrográficas monitorizadas.

Segundo o SNIRH, das 60 albufeiras monitorizadas, 46 apresentaram disponibilidades hídricas superiores a 80% do volume total e uma inferior a 40%. Com 96,5% da sua capacidade total preenchida, a bacia do Ave surge como a bacia que apresentava maior disponibilidade de água, seguida de muito perto pela bacia Mondego (96,2%), de Lima (94,7%), e do Tejo (93,9%). Com valores abaixo dos 80%, surgem a bacia do Guadiana, com 86%, e do Cávado, com 85,7%.

Neste momento, apenas na bacia do Oeste e na bacia do Sado os valores registados situam-se nos 65,4% e 69,1%, respectivamente.

Os armazenamentos de Abril de 2018 por bacia hidrográfica apresentam-se superiores às médias de Abril (1990/91 a 2016/17), excepção feita para as bacias das Ribeiras do Oeste, Mira e Ribeiras do Algarve.

Foto: Beira.pt