A empresa portuguesa que promove o aluguer de brinquedos

E se, em vez de comprar um brinquedo, optar pelo aluguer? Esta é a ideia central da Alugar para Brincar, uma loja online de aluguer de brinquedos que opera no Norte de Portugal fundada há um mês.

A loja nasceu da necessidade de criar um sistema de rotatividade dos brinquedos para duas primas, Nanu e Tami, que foi alicerçada pelo sonho dos seus pais – as irmãs Ana Cátia e Andreia Ferreira e seus maridos Ivo Pinheiro e Paulo Costa – em construir um negócio de família, paralelo às restantes actividades profissionais.

Depois de identificada esta ideia de negócio – a partir de uma experiência sentida pelos próprios – e de uma pequena pesquisa por ideias idênticas, os dois casais tomaram a decisão de avançar. “O Alugar para Brincar dirige-se a todos os que queiram proporcionar o máximo de divertimento às crianças dos zero aos seis anos. Há brinquedos para todos, dos particulares às festas, férias, eventos empresariais, salas de espera ou produtores de catálogos”, explicou Ana Cátia Pereira ao Green Savers.

O Alugar para Brincar garante que as condições de segurança são “cuidadosamente analisadas”, sendo os brinquedos higienizados após cada utilização. “A nossa visão [passa por] oferecer mais diversão às crianças e maior qualidade de vida aos seus familiares e demais clientes, disponibilizando um serviço que promove o consumo sustentável, a valorização da partilha, a rotatividade dos brinquedos e o poupar dinheiro, tempo e espaço”, explicou a empreendedora.

Os responsáveis pelo projecto garantem que o cliente paga, em média, apenas 20% do preço de venda do brinquedo, mas a verdade é que os preços parecem um pouco altos, mesmo para brinquedos de qualidade – um exemplo é este ginásio para recém-nascidos, cujo preço de aluguer por um mês ronda os €20.

As entregas e recolhas são gratuitas e feitas ao domicílio no Grande Porto e nas sedes de concelho de Viana do Castelo, Esposende, Barcelos, Braga, Guimarães e Vila Nova de Famalicão.

Foto:  _-0-_ / Creative Commons

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...