Ações de educação ambiental chegam a mais de 300 alunos no Alentejo



Cerca de trezentos e vinte e cinco alunos entre os 10 e os 18 anos participaram em diversas ações de educação e sensibilização ambiental, realizadas pelo projeto Guardiões nas escolas de Alcácer do Sal, Nisa e Vidigueira. O objetivo das iniciativas é “alertar e consciencializar os alunos para a importância da adoção de comportamentos ambientais responsáveis”.

“É com grande satisfação que testemunhamos o interesse dos jovens alunos nas questões relacionadas com o Ambiente, o que se refletiu na enorme participação durante as atividades que dinamizamos”, afirma Jorge Martins, coordenador do projeto Guardiões, citado em comunicado.

O responsável explica que “esta iniciativa tem como objetivo fundamental alertar os alunos para o impacto das alterações climáticas e demonstrar que existem ações que todos nós podemos adotar no sentido de contribuirmos para um mundo mais sustentável”.

Através destas ações de sensibilização ambiental, o projeto Guardiões visa “realçar a importância da ciência e da educação na resolução dos problemas decorrentes das alterações climáticas”.  Paralelamente, “são dadas a conhecer diversas propostas para a mitigação do impacto desta problemática, sendo as crianças e jovens participantes alertados para a importância de fazer escolhas sustentáveis e de adotar comportamentos amigos do ambiente”, sublinha o comunicado.

O projeto Guardiões resulta de uma parceria entre o Instituto Politécnico De Portalegre, a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDR Alentejo) e o Fórum da Energia e Clima (FEC), financiado pelo Programa Alentejo 2020.



Notícias relacionadas

loading...

Comentários estão fechados.