Açores: mais de 300 sismos de intensidade fraca sentidos na última madrugada

Mais de três centenas de sismos, com valores entre 1,9 e 3,2 na escala de Richter, foram registados desde o inicio da madrugada desta segunda-feira na ilha de São Miguel, nos Açores. Até ao momento não há registos de danos materiais, mas as autoridades avisam que a actividade sísmica neste local deverá continuar nos próximos dias.

Dados avançados há momentos pelo Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA) indicam que a partir das 23h47 de 11 de Fevereiro, se registou um aumento significativo da actividade sísmica na ilha de São Miguel, em especial na zona entre o Vulcão do Fogo e o Sistema Vulcânico Fissural do Congro.

Nas freguesias de Porto Formoso, Rabo de Peixe, Água do Alto e Furnas a actividade sísmica foi especialmente sentida, com vários episódios de magnitudes de 2,7, 3,0, 3,2, 3,2 e 3,1, a serem captados entre as 3h06 e 4h05.

Também na freguesia de Vila Franca do Campo (zona da Ribeira Seca) e na freguesia da Ribeira Grande (São Brás), os aparelhos registaram pequenos sismos de 2,9 e 3,2, respectivamente, segundo valores do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Responsáveis pelo IPMA avisam que a actividade sísmica na zona deverá continuar nos próximos dias, não havendo no entanto motivo para alarme, uma vez que estas situações são “normais” e a intensidade dos eventos deverá manter-se fraca.

Como medida de precaução, o Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores deixou uma lista de recomendações à população sobre o que fazer em caso de sismo:

  • mantenha a calma e conte com a ocorrência de possíveis réplicas;
  • não acenda fósforos nem isqueiros, pois pode haver fugas de gás;
  • observe se a sua casa sofreu danos graves e saia imediatamente se suspeitar que não oferece condições de segurança;
  • caso duvide da integridade dos circuitos de gás, electricidade ou água, desligue-os imediatamente;
  • nunca utilize os elevadores;
  • confirme a validade do seu Kit de emergência e reveja o seu conteúdo com o seu agregado familiar;
  • verifique se existem feridos e, se necessário, preste os primeiros socorros;
  • tenha cuidado com vidros partidos ou cabos de electricidade. Evite ferimentos protegendo-se com vestuário adequado;
  • limpe imediatamente os produtos inflamáveis que se tenham derramado;
  • se puder, solte os animais domésticos, pois eles cuidam de si próprios;
  • afaste-se das praias porque pode ocorrer uma onda gigante (tsunami);
  • ligue o rádio, fique atento às recomendações difundidas e não contribua para a divulgação de boatos;
  • siga sempre as recomendações dos agentes das autoridades presentes, eles estão nos locais para o ajudar;
  • assim que oportuno, verifique a validade dos seguros da sua casa e viatura e certifique-se que têm cobertura para fenómenos sísmicos

Foto: Claude / flickr