Águas de Santo André com 5,3ME para reabilitar canal e reforçar sistema de água de Morgavel



A empresa Águas de Santo André, concelho de Santiago do Cacém, vai investir 5,3 milhões de euros na reabilitação do Canal de Ermidas para assegurar o funcionamento do sistema de abastecimento de água de Morgavel, para fins industriais.

Em comunicado enviado hoje, a empresa anunciou que a empreitada de reabilitação do Canal de Ermidas, na freguesia de Ermidas-Sado, no concelho de Santiago do Cacém (Setúbal), está em fase de arranque e que a obra está prevista durar “300 dias”.

A empresa Águas de Santo André (AdsA) pretende reabilitar o Canal de Ermidas, pertencente ao Sistema de Morgavel, para “assegurar a continuidade do seu funcionamento, prolongando o seu período de vida útil”, explicou.

“O fornecimento de água industrial tem como principal origem a captação Ermidas-Sado, sendo a água conduzida através de um canal até à albufeira de Morgavel, onde é tratada na Estação de Tratamento de Água (ETA de Morgavel)”, precisou.

Segundo a AdSA, a água já tratada é posteriormente “transportada até ao Centro Operacional de Montes Chãos e, daí, distribuída à Zona Industrial e Logística de Sines (ZILS)”.

Entre as intervenções programadas, no âmbito da empreitada, constam o revestimento do canal, a reabilitação e/ou reposição de elementos como guardas e escadas, estruturas de betão como pontes, canais e pontões e a demolição e reconstrução das estruturas que careçam de uma intervenção mais profunda.

“Ao nível geotécnico será realizada a estabilização dos taludes de escavação e de aterro, através do preenchimento de ravinamentos e regularização” e serão ainda “executadas as necessárias limpezas das passagens hidráulicas existentes ao longo do traçado do canal”.

O sistema de Morgavel compreende a captação de água no rio Sado, em Ermidas-Sado, seguido de uma adução com cerca de 40 quilómetros até à albufeira de Morgavel, em Sines (Setúbal).

Este transporte é realizado em três tipos de adutores: uma conduta elevatória de três quilómetros, que termina junto a Ermidas-Sado, um canal adutor de 23 quilómetros, que passa junto a São Domingos (Santiago do Cacém), e um túnel de 13 quilómetros, que culmina na albufeira de Morgavel.

De acordo com a empresa, com a conclusão desta empreitada “ficam assegurados todos os trabalhos de reabilitação necessários no atual canal de adução de água à Barragem de Morgavel, contribuindo para o aumento da resiliência e fiabilidade do sistema de abastecimento de água industrial” à ZILS.

A AdsA, com sede em Vila Nova de Santo André, é responsável pela gestão e exploração do Sistema de Santo André e assegura o abastecimento de água às populações dos concelhos de Sines e Santiago do Cacém, assim como a recolha e tratamento das águas residuais.

Dá ainda resposta às exigências das indústrias localizadas na ZILS, no abastecimento de água potável, água industrial, água residual e resíduos industriais.





Notícias relacionadas



Comentários
Loading...
viagra before and after photos what to expect when husband takes viagra