Alemanha: urso polar morre depois de comer casaco e mala de visitante do zoo

Um urso polar do jardim zoológico de Estugarda, na Alemanha, morreu depois de comer um casaco e mala que foram atirados por um visitante para o seu espaço. Anton, de 25 anos, morreu na noite de domingo, depois de várias tentativas dos tratadores para o salvar –tentaram que vomitasse a mala e o casaco, mas sem sucesso.

De acordo com os tratadores, citados pelo The Local, o animal apresentou um comportamento estranho durante dias, que apenas se tornou claro quando começou a cuspir bocados dos materiais do casaco e da carteira. O veterinário do zoo deu-lhe, então, medicamentos para que o animal vomitasse o resto das peças, o que não aconteceu.

“Devia haver algo bastante saboroso no casaco, algo a que Anton não conseguiu resistir”, afirmaram os seus tratadores, Andreas Wössner e Jürgen Diesenhofer. Geralmente, o animal apenas rasgava os objectos e peças de vestuário que caíam para a sua jaula.

Como e porque é que o casaco e a carteira foram parar à jaula de Anton permanecem por esclarecer. Porém, a vedação electrificada que cerca o espaço do urso não impediu que nos últimos 20 anos cerca de 200 sapatos de criança fossem parar à água, o que se acrescentam cerca de 50 bonecos de bebé, centenas de chapéus, câmaras, telemóveis e óculos.

O veterinário do zoo apelou já aos visitantes que informem os funcionários e tratadores de itens que por acidente caiam para os espaços dos animais. “Se soubéssemos que alguma coisa estava na jaula talvez tivéssemos conseguido salvar o Anton”, afirma Tobias Knauf-Witznes. Anton poderia ter vivido mais 10 a 15 anos, não tivesse comido o casaco e a carteira. O animal morreu de ferimentos internos graves e inflamações.

Anton não é o primeiro animal a morrer no zoo de Estugarda devido à ingestão que objectos que foram deixados pelos visitantes. Um hipopótamo morreu há alguns anos de obstrução intestinal depois de engolir uma bola de ténis e uma foca elefante morreu depois de engolir um urso de peluche.

Foto:  Elfboy / Creative Commons

Deixar uma resposta

Patrocinadores