Yeti, o caranguejo amarelo e cego com pinças peludas



O animal foi descoberto em 2005 numa fonte hidrotermal perto da Ilha da Páscoa.

O Caranguejo Yeti é uma nova espécie (Kiwa hirsuta) e uma nova família (Kiwaidae) descobertos em 2005 numa fonte hidrotermal a sul da Ilha da Páscoa, no Oceano Pacífico. A descoberta deu-se durante uma expedição do Monterey Bay Aquarium Research Institute no HOV (Human Occupied Vehicle) Alvin.

O animal marinho tem 15 centímetros, é amarelo e possui umas grandes pinças peludas. Foi apelidado de Yeti em homenagem ao abominável homem das neves dos Himalaias, revela o Instituto.

Os cientistas descobriram também que este é cego e não possui olhos. “Os caranguejos podem usar os seus cabelos (que são na verdade espinhos semelhantes a cabelos, chamados cerdas) como minúsculos sensores químicos e físicos que os ajudam a encontrar comida ou companheiros no fundo do mar”, explicam em comunicado.

Quanto à sua alimentação, a equipa pensa que estes cultivam bactérias nos seus pelos e comem-nas posteriormente.



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.