Os números são esmagadores: uma redução de 95% nas emissões poluentes e 80% menos com custos operativos. Os valores dizem respeito ao Ampere, o primeiro ferry-boat eléctrico a navegar por águas norueguesa e que é já um verdadeiro caso de sucesso.

Tudo começou em 2015 quando a empresa Norled resolveu apostar num feery-boat diferente. O barco não precisava de combustível para levar os turistas a visitar os fiordes, apenas da potência do seu motor de propulsão eléctrico. Quatro anos depois os resultados estão à vista, com as emissões poluentes reduzidas quase na totalidade quando em comparação com barcos movidos a combustíveis.

Com uma bateria de 1 MWh, o Ampere é obra da conjugação perfeita de elementos fornecidos pela construtora naval Fjellstrand, a Siemens que contribuiu com o sistema de propulsão eléctrico e a Corvus Energy, responsável pela bateria deste inovador ferry-boat.

Na calha estão já planos para avançar com a construção de um novo modelo de ferry boat eléctrico, o Elektra, desta vez pensado para o mercado finlandês.