Arqueólogos descobrem “pequena Pompeia” em França

Arqueólogos descobriram um antiga cidade romana nas margens do rio Rhône, nos subúrbios de Vienne, importante sítio arqueológico em França. O local, cerca de 30 quilómetros a sul de Lyon, abriga vários vestígios de luxuosas moradias e prédios públicos muito bem preservados.

Segundo comunicado da agência de notícias AFP, as ruínas foram descobertas durante uma escavação que preparava o terreno para a construção de um complexo residencial.  A área que ocupam é muito extensa (quase sete mil metros quadrados), e há várias moradias que datam do século I d.C., e que terão sido abandonadas devido a uma série de incêndios.

“Chamamos-lhe pequena Pompeia de Vienne, porque o local foi destruído por dois incêndios consecutivos, o primeiro no início do século 2 d.C., o segundo em meados do terceiro. Estes incêndios fossilizaram a cidade, e isso permite-nos estudar os prédios com uma arquitectura totalmente preservada e encontrar, dentro, objectos abandonados por residentes que foram forçados a fugir dos incêndios”, explica o arqueólogo Benjamin Clément, director da equipa no local.

De acordo com o divulgado, entre as ruínas, está a residência de um comerciante rico baptizada Casa de Bacanalias, devido aos mosaicos no chão que representam uma procissão de Ménades, ninfas adoradoras de Baco, deus do Vinho. Entre outras descobertas encontra-se um grande edifício público, construído no lugar de um antigo mercado, com uma fonte adornada com uma estátua de Hércules. Clément acredita que este edifício poderia ter abrigado uma escola de filosofia: “Sabemos graças a inscrições que existia uma escola muito importante em Vienne. Pode ser que a tenhamos localizado”.

As escavações, que começaram em Abril, deveriam terminar em meados de Setembro, mas o Estado francês estendeu agora o prazo até Dezembro, permitindo assim mais tempo para eventuais novas descobertas. 

Foto: Creative Commons

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php