As baleias comem debaixo de água, mas não se afogam. Saiba porquê



As baleias, conhecidas como gigantes dos mares, podem chegar aos 30 metros de comprimento e pesar 200 toneladas. Embora com um peso destes seja difícil irem ao fundo, sempre que se alimentam, estes mamíferos engolem muita água junto com o krill – por vezes uma quantidade maior do que o próprio corpo. Então como é que não se afogam?

A resposta está num novo estudo, desenvolvido pela Universidade da Colúmbia Britânica, que explica que as baleias têm um género de “tampão oral”, que bloqueia as vias aéreas superiores durante a alimentação e impede a passagem da água para os pulmões. A água sai depois pelas suas barbatanas. Ao mesmo tempo que se dá este movimento, a laringe também fecha para bloquear as vias aéreas inferiores. O alimento passa depois seguramente para o esófago.

“É como quando a úvula de um humano se move para trás para bloquear as passagens nasais, e a nossa traqueia se fecha ao engolir comida”, explica Kelsey Gil, autor principal do estudo.

Ao estudarem baleias-comuns, os cientistas acreditam que este se situe na parte de trás da cabeça e que se movimente para cima, para bloquear a passagens nasais enquanto estas engolem o krill. “Não vimos este mecanismo de proteção em nenhum outro animal ou na literatura. Muito do nosso conhecimento sobre baleias e golfinhos vem dos odontocetos, que têm tratos respiratórios completamente separados, então foram feitas suposições de semelhanças”, acrescenta o investigador.



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.