Metro de Londres vazio

 

Se já viajou no Tube, o famoso metro londrino, sabe que é impossível vê-lo vazio. Ou melhor, é possível vê-lo despido de passageiros, se a hora foi incrivelmente matutina ou noctívaga, mas nunca deserto.

Foi nestas alturas que o director de social media James Whatley, de 34 anos, percebeu que poderia ter alguma relevância – cultural – tentar fotografia o metro sem ninguém. Quase como uma versão fantasmagórica de um dos transportes públicos mais utilizados no mundo.

Whatley partilha com o público as fotos das dezenas de estações do Tube desertas – sobretudo – às primeiras horas da manhã.