Atracção ecológica da Expo 2015 vai chegar a Braga

A Câmara Municipal de Braga, em parceria com o Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia  (INL) e a Fundação Francisco Manuel dos Santos, inaugura amanhã, 17 de Novembro, a Urban Algae Folly, um projecto do ateliê londrino ecoLogicStudio que é a primeira arquitectura viva no mundo a integrar culturas de microalgas e o controlo digital da cultura em tempo real.

Esta estrutura interactiva esteve presente na Expo Milão/2015, que terminou em Setembro, tendo sido um dos projectos mais falados e mediáticos da exposição. A estrutura retrata uma solução inovadora de construção de agricultura urbana integrada, através de microalgas, que absorvem o CO2 da atmosfera urbana e produzem dois quilogramas de oxigénio por dia, sendo necessárias 25 árvores de grande porte para assegurar esta mesma produção.

Segundo a Gazeta do Rossio, a inauguração desta estrutura inovadora contará com a presença do autor da instalação, o arquiteto Marco Poletto, de Lars Montellius, diretor do INL, de Nuno Garoupa, da Fundação Francisco Manuel dos Santos e de Ricardo Rio presidente da Câmara Municipal de Braga. O projecto ficará exposto na Avenida da República.

“À medida que a população aumenta e os recursos diminuem, a Urban Algae Folly pode ser uma boa solução. E embora esta não pareça a solução mais apelativa, esta cobertura dá-nos um novo serviço ambiental apelativo – o sequestro de carbono”, explicava o Inhabitat em Fevereiro. Como se dará por terras do Minho?

[nggallery id=2422 template=greensavers]

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...