Autódromo Internacional do Algarve e Galp Energia investem em central fotovoltaica

A Parkalgar, proprietária do Autódromo Internacional do Algarve, e a Galp Energia fecharam um acordo para a exploração de uma central solar fotovoltaica para produção de energia eléctrica, que já se encontra em funcionamento no Complexo Algarve Motor Park (AMP).

“Este projecto é mais um de complemento a todo o AMP, que já inclui, para além da pista principal, o Kartódromo Internacional do Algarve, o Parque Tecnológico, hotel, apartamentos e zona comercial”, avança a Parkalgar, em comunicado de imprensa, citado na edição electrónica do Jornal do Algarve.

O investimento, de cerca de 750 mil euros a dividir pelas duas entidades, é constituído por 504 painéis fotovoltaicos, da Efacec, que totalizam uma área de 730 metros quadrados e uma potência instalada de 100 kW, estimando‐se uma produção anual de energia de 157 mil kWh por ano, que equivale a uma redução de emissões de gases para a atmosfera com efeito de estufa de 74 toneladas de CO2 anuais.

Com a entrada em produção desta central, a Galp Energia inicia a produção e venda de energia à rede eléctrica em regime especial com base em fontes inteiramente renováveis. Paralelamente, a Galp assume-se de ora em diante como o «fornecedor integral de todas as necessidades energéticas do Algarve Motor Park», desde os combustíveis líquidos e GPL até à energia eléctrica necessários para a operação e funcionamento de todo o complexo desportivo.

“Uma das nossas preocupações é a sustentabilidade ambiental de todo o nosso projecto”, afirma o administrador da Parkalgar, Paulo Pinheiro, acrescentando que a aposta nas energias renováveis junta-se, assim, a outras valências já em funcionamento no autódromo, “como o aquecimento de águas sanitárias, feito através de painéis solares” e “a rega de espaços ajardinados, que reutiliza águas residuais”.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...