A árvore de Natal da vila de Avis reaproveitou os materiais que habitualmente são colocados no lixo ou separados para reciclagem, como garrafas PET de cor branca, verde e azul, cartão, jornais, tecido, cordel e outros materiais. O projecto foi desenvolvido por aquele município em parceria com o Centro Cultural e Desportivo dos Trabalhadores da câmara municipal e foi colocado, durante este período natalício, no jardim Passeio do Mestre.

“É uma forma de celebrar o Natal e a vida, numa simbiose da tradição com os imperativos do mundo actual, e visa o reaproveitamento de materiais que habitualmente vão para o lixo, mantendo e incrementando a criatividade e o sentido artístico”, explicou a câmara em comunicado.

Os adereços reciclados foram colocados sobre uma estrutura de ferro em forma de cone, com uma altura de 5,20 metros e que simboliza o pinheiro natalício Nesta assenta uma enorme quantidade dos desperdícios, recolhidos através de um apelo feito à comunidade.

O projecto conta também com a recriação de um presépio elaborado pelo Município em colaboração com o CCDTCMA, juntas e uniões de Freguesias do Concelho, A.S.R.P.I.C.A, Terreiro D’Alegria – Associação de Idosos e diversos estabelecimentos comerciais sediados no espaço concelhio.

O restante presépio e adereços contaram com a participação dos alunos dos Jardins de Infância e do 1.º Ciclo do Concelho, do Infantário e Lar da Santa Casa da Misericórdia de Avis e do Lar Encontro dos Avós. “[Este projecto] ajuda à interiorização e à vivência do espírito natalício, não só no seio da comunidade estudantil mas também na restante população e visitantes que neste tempo de celebração afluem a Avis”, continua a autarquia.

Finalmente, o projecto pretende chamar a atenção para a política dos 3Rs – Reduzir, Reutilizar, Reciclar, alertando para as vantagens da reutilização de materiais na criação de novos objectos, de forma a reforçar o pensamento ecológico, promovendo uma redução na produção de resíduos e ensinando, a todas as gerações, formas de preservação e valorização ambiental com vista ao desenvolvimento sustentável.

Deixar uma resposta