Baterias gravitacionais oferecem uma melhor alternativa de armazenamento de energia



As baterias gravitacionais são uma nova tecnologia que apoia a geração e armazenamento de energia renovável através da travagem regenerativa e da gravidade. Um estudo recente sobre esta tecnologia provou que as minas antigas poderiam ser fundamentais para melhorar a utilização deste tipo de baterias, uma vez que proporcionam uma paisagem ideal.

Em investigação recente, o Instituto Internacional de Análise de Sistemas Aplicados (IIASA) analisou a possibilidade de utilização de baterias gravitacionais. Os investigadores estudaram um sistema conhecido como Armazenamento de Energia por Gravidade Subterrânea (UGES). Neste sistema, grandes contentores carregados com areia são lançados nos poços das minas quando a energia está nas horas de pico. Os contentores transformam então a sua energia potencial em energia real através da travagem regenerativa.

O estudo publicado na revista “Multidisciplinary Digital Publishing Institute” provou que o conceito de baterias de gravidade é realmente viável. O estudo mostra que quando os recipientes são rebaixados, eles recarregam a mina e trazem a areia de volta à superfície quando a energia está em baixo.

“As minas já têm a infraestrutura básica e estão ligadas à rede elétrica, o que reduz significativamente o custo e facilita a implementação de instalações UGES”, disse o investigador do IIASA Julian Hunt num comunicado.

Dado que as baterias não perdem qualquer energia durante o período de armazenamento, poderiam atuar como reservatórios de energia a longo prazo. Para além da sua capacidade de armazenamento de energia, estas baterias poderiam utilizar muitos recursos não aproveitados, escondidos dentro de minas antigas. Além disso, poderiam preservar muitos empregos que poderiam ser perdidos ao passarem dos combustíveis fósseis para a energia renovável.

O único problema com esta tecnologia é que as baterias são demasiado grandes. São pouco atraentes e não podem ser instaladas em áreas sem minas antigas. Com países como os EUA a terem tantas minas abandonadas, os investigadores estão a trabalhar para provar que devem ser transformadas em fontes de energia produtivas. Ainda no início deste mês, os cientistas revelaram uma bateria que utiliza minas abandonadas para gerar e armazenar energia para o futuro.

Relatórios nos meios de comunicação social indicam também que algumas empresas já estão a explorar formas de transformar as minas de carvão abandonadas em fontes de energia. No entanto, os desafios a enfrentar incluem a localização de tais minas e a natureza das baterias.



Notícias relacionadas

loading...

Comentários estão fechados.