“Bebidas+Circulares” já recolheu mais de 1,2 milhões de embalagens

O “Bebidas+Circulares”, que está a ser desenvolvido em Lisboa desde o final de novembro, já contribuiu para a recolha de mais de 1,2 milhões de embalagens de bebidas em plástico PET, latas de metal e garrafas de vidro, a que correspondem mais de 64 toneladas de materiais encaminhados para reciclagem. Por dia, foram recolhidas em média mais de 400 embalagens em cada máquina.

Este projeto tem como objetivo incentivar cada vez mais os cidadãos a adotarem comportamentos sustentáveis para que o material recolhido, por circuitos dedicados a realizar pela Câmara Municipal de Lisboa, seja reciclado, promovendo uma economia mais circular. A ideia é que futuramente seja implementado um Sistema de Depósito de embalagens de bebidas.

As regras de utilização e funcionamento das máquinas de recolha automática são muito simples: Os cidadãos depositam nas máquinas as embalagens aceites – garrafas de bebidas em plástico, do tipo PET, e latas de metal e, nas máquinas identificadas, garrafas de vidro, não reutilizáveis, de águas, sumos, refrigerantes ou bebidas alcoólicas – e recebem um talão no valor total correspondente às embalagens devolvidas, de dois cêntimos por cada garrafa entre 0,1 e 0,5 litros, e cinco cêntimos por cada garrafa acima de 0,5 e até 2 litros.

Estes talões podem ser utilizados em compras, de valor igual ou superior, na loja ou insígnia onde as embalagens foram entregues. O valor recebido pode ser doado à Associação Mais Proximidade Melhor Vida, de apoio a população idosa a viver na grande Lisboa, bastando para isso selecionar essa opção no ecrã da máquina no final da operação. Três das onze máquinas funcionam em regime exclusivo para donativos. No caso do Mercado Municipal de Benfica, as doações revertem para a Associação “Ajuda de Berço”, instituição que apoia bebés e crianças desprotegidas localizada na mesma Freguesia. Até ao momento, já foram doados mais de 2 mil euros a estas duas instituições.

Pode encontrar as onze máquinas de devolução automática em lojas como o Continente, Pingo Doce, Lidl, Auchan, El Corte Inglés e ainda no Mercado Municipal de Benfica, em resultado da parceria com a Câmara Municipal de Lisboa. Os materiais recolhidos são encaminhados para as instalações da Valorsul com vista à sua reciclagem.

Para reforçar a divulgação do projeto “Bebidas+Circulares”, está a decorrer uma campanha de mupis em Lisboa e nas redes sociais, até dia 21 de setembro, bem como várias ações de sensibilização do consumidor nos locais onde estão instaladas as máquinas.

O projeto é gerido por um consórcio constituído pela Associação Águas Minerais e de Nascente de Portugal (APIAM), pela Associação Portuguesa das Bebidas Refrescantes Não Alcoólicas (PROBEB) e pela Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED). Conta com um orçamento de perto de um milhão de euros, com um financiamento de 90% pelo Programa “Ambiente, Alterações Climáticas e Economia de Baixo Carbono”, do Mecanismo Financeiro do Espaço Económico Europeu em Portugal para o período 2014-2021, criado na sequência da assinatura de um acordo entre Portugal, a Noruega, a Islândia e o Liechtenstein – o EEA Grants.

Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.