Braga: descarga no rio Este matou centenas de peixes

O rio Este, em Braga, sofreu ontem uma nova descarga, que originou a morte de centenas de peixes. Segundo a Rádio Universidade do Minho (RUM), a situação foi denunciada à autarquia imediatamente mas, até ao final do dia de ontem, as autoridades competentes ainda não conheciam a origem da descarga.

Já esta manhã, em declarações à RUM, o vereador do Ambiente, Altino Bessa, lamentou o sucedido. “[A autarquia] solicitou, de imediato, o apoio da GNR e também o apoio da Agere, entidade que tem os meios para poder detectar a origem desta descarga”. No entanto, continuou, o problema destas descargas é serem “sempre em zonas densamente habitadas, com muitas empresas e serviços”.

O vereador do Ambiente reconheceu ainda que o município tem promovido a defesa do rio Este e que esta é mais uma situação que prejudica o trabalho que se tem procurado fazer no terreno. “Tem sido uma luta constante ao longo do último ano e meio no sentido de valorizar o rio Este, no sentido de promover o aumento da sua fauna e da sua flora. Neste caso concreto, o enriquecimento é notório porque há muitos peixes no rio Este em zonas onde não apareciam”, frisou.

Ainda de acordo com Altino Bessa, no ano passado o município começou a fazer a monitorização da qualidade da água em dez pontos diferentes, “para tentar perceber quais são os locais onde a poluição se faz sentir mais na água”. Os dados têm sido enviados para o SEPNA.

Altino Bessa lembrou ainda o projecto Rios, que já está no terreno, desafia os bracarenses a “adoptarem 500 metros de rio para que o espaço esteja limpo”. O responsável fala numa “rede de guarda rios”, que no entanto acaba por sair fragilizada com situações como a que ontem se repetiu no rio Este.

Foto: “Rio Este-Complexo Desportivo da Rodovia-Braga“. Licenciado sob CC BY-SA 3.0 via Wikimedia Commons.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...