Brasil lança plano de conservação de espécies ameaçadas no Pantanal

Recuperar os habitats de 41 espécies em risco de extinção na zona do Cerrado e Pantanal é o objectivo de um plano do Instituto Chico Mendes de Conservação de Biodiversidade, no Brasil, agora aprovado. À protecção dos habitas destes animais junta-se a necessidade de reduzir o número de caçadas que acontecem neste local tão rico em biodiversidade.

Elaborado para acontecer ao longo de cinco anos, o plano do ICMBio centra as suas atenções para a preservação de peixes, anfíbios répteis e primatas ameaçados de extinção, como o macaco preto.

Apoiado pelo Ministério do Ambiente brasileiro, o plano quer sensibilizar a comunidade local para a necessidade de conservação destes habitats, mas quer igualmente desafiar as entidades institucionais à aplicação de melhores políticas públicas neste sentido.

Ao longo de cinco anos de projecto, a meta será conseguir devolver estas espécies ameaçadas aos seus habitats naturais, agora com a garantia que este será um poiso seguro, livre de caça e ataques à fauna e flora locais.

Foto: Marcelo Mendes de Oliveira / flickr