A partir de 1 de Janeiro de 2020, todas as novas casas construídas no estado da Califórnia terão de estar equipadas com energia solar. A medida que define os novos padrões de construção no estado norte-americano foi aprovado esta semana pela Comissão de Energia da Califórnia.

A nova legislação tem como objectivo a redução de emissões poluentes do estado californiano, com as estimativas a indicarem que os novos padrões energéticos podiam significar o equivalente à retirada de cerca de 115 mil carros movidos a combustíveis fósseis das estradas.  

Cálculos divulgados pela Comissão de Energia da Califórnia, indicam que o custo de construção irá sofrer um aumento, na ordem dos 10 mil dólares. Valores que, no entanto, se traduzirão, numa elevada poupança com custos de energia e manutenção ao longo de várias décadas, sendo possível perto de 19 mil dólares com esta opção.

O documento agora aprovado contempla mais algumas alterações nos padrões de construção em vigor neste estado norte-americano. Assim, habitações construídas depois de 1 de Janeiro de 2020 terão de estar equipadas com melhor isolamento térmico, ventilação e iluminação natural.

Medidas aprovadas tendo em vista um uso mais eficiente da energia, para que o uso do ar-condicionado, aquecedores ou iluminação artificial desnecessária seja a excepção e não a regra nas habitações da Califórnia.

Foto: via Creative Commons