A Famel tem uma nova versão do mítico modelo XF-17 – e é 100% elétrica



Lembra-se da Famel, a marca portuguesa que revolucionou as décadas de 70, 80 e 90 com as suas motas? Prepara-se, porque está de volta. O mítico modelo XF-17 existe agora numa nova versão 100% elétrica e claro, 100% portuguesa – mas a sua chegada ao mercado vai depender dos consumidores.

Com um novo plano de revitalização, Joel Sousa, o re-founder da marca, pretende aliar a herança do passado, à tecnologia do presente para a mobilidade do futuro. “Vamos trazer a Famel de volta a Portugal!”, afirma. “Ela é, realmente uma mota linda que sabemos nunca ter saído do coração dos portugueses. Por isso, depois de 7 anos de trabalho de engenharia e design, a Famel está, finalmente, pronta para atrair para a garagem as pessoas que queiram recordar e aqueles que queiram conhecer este ícone nacional”.

O novo protótipo foi construído para ser exposto na 5ª edição do Salão Automóvel Híbrido e Elétrico, que decorre de 22 a 24 de outubro na Alfândega do Porto. Ao desenvolver uma motorizada elétrica, a equipa pretende ir além da renovação deste ícone, contribuindo ativamente no combate às alterações climáticas e na promoção do conceito de cidades mais sustentáveis.

Queremos um futuro mais bonito, tanto nas estradas, como no meio ambiente”, garante Joel Sousa.

No entanto, trata-se de um pequeno negócio que precisa ainda de investimento para crescer. Para que seja possível renascer a Famel, é preciso chegar a uma produção anual mínima de 2 mil unidades.

Precisamos de financiamento para levar este protótipo a um novo patamar, bem como para produzir e comercializar a E-XF. Temos já um crowdfunding a decorrer e a Famel precisa do apoio dos portugueses para voltar a ser grande”, explica o engenheiro automóvel.

Os interessados poderão contribuir para o crescimento da marca tornando-se Embaixadores, Visionários, Membros ou Investidores. Para mais informações, consulte o site da Famel a partir de dia 1 de novembro, ou visite o stand da marca no Salão do Automóvel Híbrido e Elétrico.



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.