China Southern Airlines já não transporta macacos de laboratório

Depois de uma intensa pressão de activistas pelos direitos dos animais, a China Southern Airlines – uma das maiores companhias aéreas do mundo – concordou em não transportar macacos de laboratório nos seus aviões.

No e-mail enviado para a PETA, Chen Ciuhua, o gestor de carga da empresa, disse que a companhia aérea “parou com o transporte de primatas vivos para experiências de laboratório” em todos os seus voos no dia 21 de Março de 2014.

Em 2013, esta companhia aérea transportou mais de 2.500 macacos para laboratórios nos Estados Unidos, de acordo com registos federais.

A China Southern Airlines, que transporta mais de 70 milhões de passageiros por ano, é apenas uma das duas companhias aéreas que, até agora, enviava primatas para laboratórios. A outra empresa é a Air France, que actualmente também está a ser alvo de protestos dos defensores dos animais, de acordo com o The Dodo.

A PETA tem liderado uma campanha e uma petição que exige que a Air France pare com o transporte de macacos de laboratório, como já fizeram a United, a Era Lingus, a Air China, a American British Airways, a Delta, entre outras empresas.

Foto:  fotograffic / Creative Commons

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...