Cibernautas são mais activos em grupos de voluntariado

Ao contrário do que se pode pensar, as pessoas que navegam na Internet e, sobretudo, aquelas que frequentam redes sociais, não são anti-sociais ou fechadas sobre si próprias, mas são, sim, mais activas em grupos de voluntariado do que aquelas que não costumam utilizar a Internet, de acordo com um estudo realizado pelo Pew Research Center, citado pela CNN.

A maioria dos cibernautas (80%) dedica-se ao voluntariado, em grupos organizados ou em acções esporádicas, especialmente os frequentadores do serviço de microblogs do Twitter (85%), sendo a faixa mais activa nas iniciativas em que participam. Já entre a população “offline”, apenas pouco mais de metade (56%) se dedica a este tipo de causas.

Entre os voluntários, a Internet acaba por ser ainda mais importante, como forma de se comunicarem e interagirem, especialmente através das redes sociais, sendo que 16% afirma utilizar o Twitter para se relacionar com os seus parceiros de grupo. Além disso, 48% dos voluntários diz ter um perfil nos sites de relacionamento, como o Facebook, e 30% tem o seu próprio blogue.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...