Cientistas criam fungo que mata ácaros para salvar as abelhas

A importância das abelhas para a sobrevivência do planeta é amplamente conhecida. A polinização permite a natureza prosperar, assim como desempenha um papel fundamental na agricultura.

Um problema para as abelhas é um fenómeno conhecido como Distúrbio de Colapso da Colónia (DCC), que foi identificado pela primeira vez em 2006. Este Distúrbio faz com que todas as abelhas adultas de uma colmeia morram, deixando apenas uma rainha, algumas abelhas imaturas e mel.

Os ácaros Varroa destructor são um dos problemas das colónias. Estes ácaros alimentam-se de abelhas, sugando a gordura dos seus corpos e deixando as abelhas com o sistema imunológico enfraquecido.

Uma equipa do Washington State University (WSU) desenvolveu uma nova cepa de um fungo, Metarhizium, que pode erradicar os ácaros. Fá-lo sem miticidas, produtos químicos contra os quais os ácaros estão a tornar-se cada vez mais resistentes. O estudo foi publicado na Scientific Reports.

De acordo com o autor Steve Sheppard do Departamento de Entomologia da WSU, “Nós sabíamos que o metarhizium podia matar os ácaros, mas era caro e não durava muito porque os fungos morriam no calor da colmeia.” A inovação da equipa foi criar uma linhagem que pode desenvolver-se numa colmeia. “A nossa equipa usou a evolução direcionada para desenvolver uma cepa que sobrevive em altas temperaturas.”

Não deve haver problemas de segurança ao introduzir Metarhizium numa colónia, pois as abelhas são altamente resistentes aos seus esporos. Quando o Metarhizium encontra um ácaro, perfura-o antes de proliferar e matar o ácaro por dentro.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...