“Preservação e restauro dos ecossistemas tem de ser uma preocupação global”. Sonae integra iniciativa mundial de defesa da natureza

A presidente executiva da Sonae defendeu hoje que a “preservação e restauro dos ecossistemas tem de ser uma preocupação global”, a propósito da integração do grupo nos subscritores iniciais do manifesto da plataforma “Business for Nature”.

“A natureza está a deteriorar-se a ritmos alarmantes e insustentáveis, pelo que a sua preservação e o restauro dos ecossistemas tem de ser uma preocupação global, traduzida em iniciativas concretas, de implementação imediata”, afirma Cláudia Azevedo, citada em comunicado.

“Estamos perante um problema planetário em que todos temos que ser parte da solução”, defendeu a presidente executiva da Sonae.

A Sonae integra o grupo de subscritores iniciais do manifesto lançado pela plataforma “Business for Nature” que “exige uma ação rápida e coletiva para proteger os recursos naturais e reverter a deterioração da natureza” e defende que “sociedades saudáveis, economias resilientes e empresas prósperas necessitam de uma relação sustentável com a natureza e que os governos têm de adotar políticas ambiciosas que assegurem a conservação e o restauro dos ecossistemas naturais”, refere o grupo.

A adesão a este manifesto “enquadra-se na política de sustentabilidade da Sonae, que há mais de duas décadas integrou o Conselho Económico Mundial para o Desenvolvimento Sustentável e que tem na proteção da natureza e da biodiversidade um dos eixos estratégicos”, adianta o grupo que detém o Continente.

Este compromisso, acrescentam, “tem vindo a ser reforçado de forma contínua, sendo de destacar a recente integração de Cláudia Azevedo no CEO Action Group encarregue de formular propostas concretas que contribuam para a implementação do Pacto Ecológico Europeu (Green Deal da Comissão Europeia) no contexto da reativação económica da Europa pós-Covid, bem como na plataforma Champions for Nature do Fórum Económico Mundial, que tem como objetivo travar a perda de biodiversidade até 2030”.

Cláudia Azevedo colidera com Svein Tore Holsether, presidente e CEO da Yara International, “o trabalho de um conjunto de multinacionais que se propõem repensar o uso da terra e dos oceanos para fins da produção agrícola, fomentando um uso mais sustentável dos recursos naturais”, salienta a Sonae.

O manifesto da plataforma “Business for Nature”, que inicialmente integra um conjunto de 32 empresas, entre as quais a Sonae, conta ainda com multinacionais como Walmart, Carrefour, Univeler, Nespresso, Rabobank, entre outras.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...