Como é que milhares de cotonetes acabam nos nossos areais?

Fabricados em plástico não biodegradável, os cotonetes são o resíduo plástico que mais facilmente encontramos no areal das praias portuguesas.

Cada vez mais sensível a este problema ambiental, a sociedade civil tem-se organizado em iniciativas de limpeza de resíduos plástico, em especial nas praias urbanas. Quando vemos a quantidade de lixo recolhidas nestas iniciativas, uma pergunta surge-nos de imediato: como é que milhares destes minúsculos pauzinhos de plástico acabam nas nossas praias?

Tudo começa em nossa casa, quando em vez de colocarmos os cotonetes no lixo, os depositamos na sanita. A partir daí são transportados com as nossas águas residuais até às estações de tratamento. Neste ponto surge novo problema: uma vez que estes resíduos têm um tamanho muito pequeno, escapam por entre os crivos de limpeza mecânica. Ao serem devolvidos ao mar, as águas transportam consigo todos estes resíduos e, pela posterior acção da maré e das correntes acabam no areal.

O Minuto Verde é uma rubrica produzida pela Quercus e emitida aos dias úteis na RTP.

Foto: Julieta Estefanía Rosso / flickr 

Patrocinadores

css.php