Como Fukushima foi engolida pela natureza

O cenário pós-apocalíptico de Fukushima

Há uns meses o fotógrafo polaco Arkadiusz Podniesinski viajou até ao local onde ocorreu o desastre nuclear de Fukushima para ver, com os seus próprios olhos, o que resta desta região japonesa.

Lá, ele obteu permissão para entrar nos 20 quilómetros da zona de exclusão e o cenário é muito parecido ao da série pós-apocalíptica The Walking Dead. “Não são os sismos ou tsunami os culpados do desastre da central nuclear de Fukushima, mas os humanos”, escreve Podniesinski no seu site.

O fotógrafo, que já tinha estado em Chernobyl, outra região afectada por um desastre nuclear em 1986, explicou que este projecto é muito pessoal. “Comecei este projecto para tirar as minhas próprias conclusões, sem ser influenciado por qualquer sensacionalismo dos media, propaganda do Governo ou lobistas nucleares que estão a tentar reduzir os efeitos do desastre. Quero também passar esta informação a um número cada vez maior de pessoas”.

Deixar uma resposta

Patrocinadores