Como irá um hipopótamo que nasceu cor-de-rosa sobreviver? (com FOTOS)

O hipopótamo cor-de-rosa

Um hipopótamo raro e que nasceu cor-de-rosa foi visto recentemente na reserve Maasai Mara, no Quénia, e poderá ter maiores dificuldades em sobreviver no seu habitat que os restantes animais da mesma espécie.

O hipopótamo não é albino – ele tem leucismo, uma condição onde a pigmentação das células de um animal não se desenvolve normalmente. O leucismo pode afectar as hipóteses de um animal sobreviver, uma vez que os torna visíveis aos predadores, e coloca-os em risco de receberem queimaduras solares – muitos dos animais com leucismo raramente chegam à idade adulta.

Os hipopótamos, no entanto, têm uma grande vantagem em relação aos restantes animais: o seu tamanho, força e capacidade única para se defenderem dos atacantes. Podem, também, utilizar o suor para se protegerem do sol.

E este hipopótamo, em particular, parece não se estar a sair mal na vida. “Sabíamos que havia um hipopótamo cor-de-rosa no grupo, perto do rio. As pessoas falavam muito dela, mas nunca percebemos se era um mito ou realidade”, explicou ao Mail Online Laurent Renaud, que fotografou o animal em Masai Mara.

“Visitámos aquela área todos os dias e tivemos a sorte de o encontrar e fotografar. Estava a tremer tanto que mal consegui pegar na máquina e tirar a foto”, gracejou o fotógrafo amador francês.

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php